Raio-X: Marcela Margato

[ad_1]

Oie!

Emagrecer e ter uma vida saudável já é bom… Agora, emagrecer e ter uma vida saudável em família é melhor ainda!

Não adianta, o exemplo vem de casa mesmo. E a história da Marcela (@mamargato) mostra bem isso. Dêem uma olhada no comecinho do e-mail que a Marcela me mandou:

“Meu nome é Marcela Margato, tenho 20 anos, sou estudante de administração e trabalho com marketing. Moro em Piracicaba/SP.
Desde pequena pratiquei esportes. Com 8 anos comecei a jogar tênis, e assim foi até meus 17. Treinava todos os dias e participava de campeonatos paulista todos os finais de semana.
Quando chegou a época de vestibular, a escola estava muito puxada e o ritmo dos estudos me fez parar com tudo. Além disso, fiz intercâmbio para Austrália e engordei 8 kg! A partir de então a minha única atividade física era academia. Mas, não levava muito a sério.
Ia de 2 a 3 vezes por semana. Em relação a minha alimentação, não comia 100% correto e, apesar de procurar sempre comer coisas saudáveis, os meus finais de semana eram considerados verdadeiros “dias de lixo”!
Na minha família, sou a mais nova. Tenho uma irmã casada, de 28 anos, um irmão de 24 e meus pais, ambos com 51 anos. Como disse, procurávamos comer coisas saudáveis e fazer exercícios, mais isso nunca foi prioridade. Até que um dia, no meio do ano de 2012, meu pai, que não praticava exercícios físicos, tinha o peso considerado muito acima para sua idade e que estava sempre preocupado com o trabalho, o encontramos de tênis, shorts e camiseta na hora do almoço, em plena segunda feira. Indignados, os três filhos perguntaram:

– O que está fazendo assim? Não vai trabalhar???

Ele nos olhou firme e respondeu: – decidi correr uma maratona. Vou cuidar da minha saúde.”

 Marcela_06

1- O primeiro a tomar uma atitude e mudar o estilo de vida foi seu pai. O que o levou a tomar essa atitude?

Meu pai estava sedentário e acima do peso. Um dia, ele foi caminhar e observou um idoso correndo. Antes de completar a primeira volta, o senhor já estava completando a segunda! Isso chamou sua atenção. A partir de então, decidiu abandonar a vida sedentária e em 1 ano, correu sua primeira maratona. Hoje, com 3 anos de corrida, ele já completou 2 maratonas, 5 meias e está 20kg abaixo do seu antigo peso.

Marcela_05

2- Por que você acha que essa dele mudança dele, acabou incentivando todo o resto da sua família?

Minha família sempre procurou praticar atividades físicas, mas ao ver a determinação, o foco, a disciplina e os resultados que meu pai alcançou, todos nós passamos a seguir rigorosamente um estilo de vida mais saudável. Além da musculação, passamos a seguir acompanhamento nutricional e praticar a corrida. Todos os sábados de manhã, saímos para correr em grupo (Murakami Team).

Marcela_08

3- Qual é a principal vantagem em treinar em família?

São muitas as vantagens, mas a principal delas é que estamos sempre unidos. Até as viagens aumentaram, provas fora da cidade e do país, tornaram-se motivo para viajarmos juntos! Além disso, a motivação e disposição para treinar em dias de preguiça é muito maior. Há dias que estou deitada e desisto de ir treinar. Quando vejo todos já estão prontos e saindo de casa.. nessa hora minha consciência pesa.. Me troco em dois minutos e vou junto!

Marcela_03

4- Como é a rotina alimentar de vocês?? (todos comem a mesma coisa ou existe uma dieta diferenciada entre vocês?)

Batata doce, arroz integral, atum, tapioca, pasta de amendoim, ovos, salada, aveia, banana e whey não podem faltar na minha casa! Aqui até o cachorro faz dieta, porque não tem outra coisa para comer, hahaha! Somos em 5, meus pais eu e meus dois irmãos, todos nós seguimos um acompanhamento nutricional. Chega até ser engraçado, pois nosso nutricionista passa um dia em casa, avaliando e montando a nossa dieta. Nossa rotina alimentar é muito parecida, o que muda são as porções e suplementação, que vai de acordo com o objetivo de cada um. Isso é bom, porque facilita a compra no supermercado e o preparo das refeições.

Marcela_07

5- Como é o seu treino de corrida? 

Tenho um professor, técnico em corrida, que monta uma planilha de treinos para eu fazer durante a semana. Todos os treinos são baseados de acordo com meus objetivos e provas. Geralmente, eu corro de terça e sábado. E de segunda, quarta, quinta e sexta eu treino musculação. Atualmente, estou focada em curtas distâncias (mínimo 5km e máximo 10km) e com melhores velocidades. Então meus treinos estão focados em aumentar a resistência durante a prova. Não é fácil, precisa ter disciplina, quando deixo de realizar algum treino, já vejo diferença no resultado. Outro ponto importante, não saio de casa para correr sem meu relógio garmin, além de estar controlando minha velocidade, ele controla minha frequência cardíaca, assim, sei até quanto posso forçar ou diminuir meu ritmo.

Marcela_02

6- Como é a sua alimentação pré e pós treino?? (usa algum tipo de suplementação?)

Antes do treino procuro comer carboidratos. Minhas opções são:

– Vitaminado: 200ml de leite de soja Ades ligth + 1fruta + 2 colheres de sopa de farelo de aveia Quaker + 1 dosador de whey isolado;

– 4 colheres de granola ou nesfit + um dosador de Syntha 6 + 1 banana; Ou

– 3 colheres de sopa de tapioca + ovo mexido + 1 faca de pasta de amendoim.

Durante o treino, tomo 20g de waxy maize em 500ml de água. E pós treino, tomo uma dose de whey isolado.

Marcela_01

7- Além de correr, você treina com a sua família também?

É comum nos encontrarmos na academia, porém cada um segue seu horário. Devido ao trabalho, faculdade etc..

Marcela_11

8- Qual é o conselho que você dá para quem quer começar a correr?

Não desista na primeira fadiga e faça da corrida, um prazer!

A frase abaixo, é o que me motiva mais ainda a continuar:

“Como alguém disse, correr é basicamente um passatempo absurdo pelo qual as pessoas se cansam. Mas, se você conseguir achar um significado para cada treino seu, talvez você seja capaz de achar um significado para um outro passatempo absurdo: a vida.”

Bill Bowerman

Marcela_09

A Marcela também contou sobre um projeto muito bacana que ela apoia, chamado “Adote um campeão”.

Sem visar lucro, é um projeto que tira crianças das ruas e oferece a oportunidade de um futuro melhor por meio da prática do tênis e incentivo aos estudos. Ele atende atualmente aproximadamente 30 crianças na cidade de Itatiba, interior de São Paulo. Sem fins lucrativos, o objetivo do projeto é oferecer treinamento de alto rendimento aliado à disciplina, educação, foco e diversão para crianças carentes de 7 até 14 anos de idade. O projeto oferece toda infraestrutura e equipamentos necessários para a prática do esporte, além de alimentação, transporte e apoio psicólogo aos jovens. Seu idealizador é o Renato Guziloto (renato.guziloto@gmail.com).

Marcela_10

Espero que vocês tenham se inspirado com essa família incrível1 <3

Beijos.

Sharevar hupso_services_c=new Array("twitter","facebook_like","facebook_send","google");var hupso_counters_lang = "pt_BR";var hupso_url_c="";var hupso_title_c="Raio-X: Marcela Margato";http://static.hupso.com/share/js/counters.js
Print Friendly
  

[ad_2]
Fonte: Tips 4 Life | www.tips4life.com.br

Deixe seu Comentário